Veja as primeiras críticas para o live-action de 'Rei Leão'

O filme estreia no dia 18 de julho no Brasil, mas já está disponível nos cinemas dos EUA, onde os críticos falam de suas impressões

CINEMA Reprodução Veja as primeiras críticas para o live-action de 'Rei Leão'

UOL
12/07/2019 11:45 atualizado em 12/07/2019 14:15

A tão aguardada nova versão da animação clássica O Rei Leão chegou com um choramingo, em vez de um rugido, com críticos classificando-o como visualmente impressionante, mas morno em termos de personagens e enredo.

O Rei Leão, mais recente remake da Walt Disney de seus próprios aclamados filmes animados, exibe técnicas avançadas que misturam realidade virtual, live-action e imagens digitais para trazer uma sensação hiper-realista aos animais e cenários africanos.

Mas as primeiras críticas dizem que o resultado foi, em geral, decepcionante, embora muitos críticos concedam que o filme terá boa bilheteria, com alguns analistas esperando um fim de semana de abertura de cerca de 150 milhões de dólares quando ele estrear em cinemas norte-americanos em 19 de julho.

A nova versão, que traz Beyoncé e Donald Glover nas vozes de Nala e Simba, é uma recriação fiel, às vezes quadro por quadro, do filme de 1994, incluindo boa parte dos diálogos originais e canções de Elton John. "Isso levanta a inevitável questão de 'porque se incomodar?'", escreveu o crítico da Variety Peter Debruge, chamando o filme de "inegavelmente impressionante, mas incrivelmente seguro". "A resposta pode ser soletrada em dólares", escreveu Debruge.

O Rei Leão estreou na China na sexta-feira (12) e chega ao resto do mundo no meio da próxima semana. O filme de 1994 foi um sucesso global de 968 milhões de dólares que resultou em uma montagem de sucesso da Broadway, em cartaz há muitos anos, e mais de 20 produções internacionais.

Instagram @correioma