SENAI Imperatriz receberá Centro de Energia Solar Fotovoltaica

Será o maior Centro de Treinamento de mão de obra do interior do Estado na área da Energia Solar Fotovoltaica

IMPERATRIZ Reprodução SENAI Imperatriz receberá Centro de Energia Solar Fotovoltaica

Assessoria
02/10/2019 10:40

A capacitação técnica em Energia Solar Fotovoltaica vai chegar a mais dez escolas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) em todo o Brasil. O Centro de Educação Profissional e Tecnológica da entidade, em Imperatriz, foi uma das unidades escolhidas por edital lançado em junho deste ano. As unidades selecionadas irão participar de um ciclo de preparação de centros de treinamento e qualificação de docentes ao longo de 24 meses, além de receber equipamentos básicos para o ensino. O projeto é fruto da parceria entre o SENAI, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Ministério de Minas e Energia (MME) e a empresa alemã Deutsche Gesellschaftfür International e Zusammenarbeit (GIZ), por meio da iniciativa ‘Profissionais para Energias do Futuro’.

Para o gerente do SENAI – CEPT Imperatriz, Juarês Sanches, a escolha de Imperatriz como uma das cidades para expansão dessa tecnologia reflete o potencial da região centro-sul do estado. “Após participarmos de uma seleção nacional, e sermos uma das dez unidades escolhidas em todo o país, percebe-se a potencialidade de Imperatriz e região. Será o maior centro de treinamento de mão de obra do interior do Estado, e visa contribuir para formação de mão de obra para instalação desse tipo de sistema e para capacitação de projetistas”, afirma.

A iniciativa tem como principal objetivo acompanhar a demanda crescente por profissionais qualificados em energia solar fotovoltaica. De acordo com a ABSOLAR, somente neste ano, a geração distribuída solar fotovoltaica duplicou de tamanho, chegando a 100 mil sistemas instalados até junho. “O SENAI sempre se preocupa em atender as demandas da indústria, e faz projeções de quais tecnologias serão demandas. Essa ampliação de docentes capacitados busca justamente isso, levar esse conhecimento a mais localidades do país”, explica Felipe Morgado, gerente executivo de Educação Profissional do SENAI Nacional.

Segundo o cronograma da chamada, as atividades vão começar em outubro de 2019. Em cada uma das escolas, dois professores indicados vão participar de treinamento de 120 horas sobre instalação, dimensionamento e monitoramento de sistemas solares fotovoltaicos, entre outros temas relacionados. Além das localidades já citadas, os estados do RS, MA, PE, RJ e MG também foram selecionados e farão parte do treinamento. Os centros de treinamento vão contar com a estrutura básica para os cursos de Instalador de Sistemas Fotovoltaicos, oferecidos por nove empresas que compõem a ABSOLAR.

O consultor técnico de Soluções em Tecnologia e Inovação do SENAI Maranhão, José Pimentel Neto, explica como as atividades serão realizadas no Maranhão. “O CEPT - SENAI Imperatriz receberá um kit básico de sistema de energia solar fotovoltaica off gride, juntamente com estrutura de suporte para telhas, assessórios de instalação e licenças de software. As atividades de implantação do Centro começarão em outubro de 2019, e os primeiros cursos a serem ofertados estão previstos para iniciar a partir de abril de 2020”.

Unidades vencedoras: 

SENAI Cuiabá (MT); 
SENAI Esteio (RS);
SENAI Imperatriz (MA); 
SENAI Jaraguá do Sul (SC); 
SENAI Macapá/Santana (AP); 
SENAI Manaus (AM); 
SENAI Recife (PE); 
SENAI Tijuca (RJ); 
SENAI Santa Rita do Sapucaí (MG); 
SENAI Teresina (PI).

SAIBA MAIS:

Profissionais para Energias do Futuro

A iniciativa Profissionais para Energias do Futuro faz parte do projeto Sistemas de Energia do Futuro II, cooperação técnica entre o Ministério de Minas e Energia (MME) e o Ministério Federal da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento (BMZ) da Alemanha, por meio da Deutsche Gesellschaftfür International e Zusammenarbeit (GIZ) GmbH. Essa cooperação Brasil-Alemanha, atua com foco nas energias renováveis e na eficiência energética, bem como na proteção e no uso sustentável das florestas tropicais. Temas como o desenvolvimento urbano sustentável, oportunidades de financiamento para investimentos em prol do clima e implantação de programas regionais e globais também fazem parte da sua linha de atuação.

O Ministério de Educação, o SENAI e universidades são os principais parceiros, além de outras instituições e associações dos setores de energia e educação. O projeto faz parte da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, com objetivo de apoiar a melhor integração das energias renováveis e eficiência energética no sistema brasileiro de energia.

ABSOLAR

Fundada em 2013, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) congrega empresas e profissionais de toda a cadeia produtiva do setor solar fotovoltaico com atuação no Brasil, tanto nas áreas de geração distribuída quanto de geração centralizada. A ABSOLAR coordena, representa e defende o desenvolvimento do setor e do mercado de energia solar fotovoltaica no Brasil, promovendo e divulgando a utilização desta energia limpa, renovável e sustentável no País e representando o setor fotovoltaico brasileiro internacionalmente.

Instagram @correioma