Polícia Civil cumpre mandado de prisão definitiva por homicídio

Agostinho dos Santos Azevedo foi sentenciado a 21 anos de reclusão por homicídio duplamente qualificado

POLÍCIA Polícia Civil Polícia Civil cumpre mandado de prisão definitiva por homicídio

Ascom SSP
13/03/2019 16:56 atualizado em 13/03/2019 17:16

A Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa – SHPP, cumpriu mandado de prisão definitiva, na tarde de terça-feira, 12, em desfavor de Agostinho dos Santos Azevedo pelo crime de homicídio duplamente qualificado.

De acordo com a polícia, o mandado de prisão foi extraído do processo do crime que tramitou no 2º Tribunal do Júri da Capital, com sentença de 21 anos de reclusão.

Agostinho Azevedo é autor do crime de homicídio duplamente qualificado, fato que vitimou Marco Aurélio Mafra, com nove disparos de pistola pelas costas, no dia 30 de dezembro de 2016, na rua da Pocinha, na Vila Cafeteira, no Anil.

A motivação do crime teria sido uma confusão ocorrida dentro de um clube, localizado na Rua Clube Militar, Vila Cafeteira. Em seguida a confusão, Agostinho Azevedo convidou a vítima para conversar já na rua da Pocinha, local onde cometeu o homicídio.

O preso está nas dependências do Centro de Triagem de Pedrinhas, onde está à disposição do Poder Judiciário.

Instagram @correioma