Plataforma ‘Contrata Aê’ do IEMA conta com mais de 6 mil cadastros  

O site com o cadastro de ex-estudantes do IEMA facilita a entrada no mercado de trabalho

EDUCAÇÃO Reprodução Plataforma ‘Contrata Aê’ do IEMA conta com mais de 6 mil cadastros  
Daniela Souza

Daniela Souza
08/07/2019 13:15 atualizado em 08/07/2019 16:05

Inaugurado ano passado pelo Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), como forma de inserir os estudantes no mercado de trabalho, a plataforma Contrata Aê chega a 6.668 inscritos. O site com o cadastro de ex-estudantes do IEMA facilita a entrada no mercado de trabalho.  

“O site serve para motivar a qualificação e adentrar ao mercado de trabalho. Com isso a gente contribui com eles, para que possam ter um trabalho ou renda extra. Conseguirem um emprego com qualidade. Os alunos saem preparados para realizar atividade dentro da empresa. A ideia surgiu com esse objetivo de qualificar pessoas e adentrar o mercado de trabalho”, explica a coordenadora da unidade de Imperatriz, Eva Viana.   

A plataforma online foi intitulada de Contrata Aê, disponibiliza para o público em geral informações sobre milhares de profissionais qualificados pelo IEMA ao longo dos últimos anos, em dezenas de cidades do Maranhão.   

São mais de 26 mil profissionais qualificados nas unidades vocacionais do IEMA e disponíveis para contratação através da plataforma ContrataAÊ. O site possibilita, ainda, que os empresários escolham os profissionais e convidem para uma entrevista de emprego.   

Gestora da Unidade Vocacional do IEMA de Imperatriz, Regivânia Monteiro, informa que a ideia da plataforma surgiu a partir da necessidade de divulgação dos profissionais qualificados pelo Instituto e sua inserção ao mercado de trabalho.  

“Desde 2018 a plataforma encontra-se em funcionamento, onde a comunidade em geral pode buscar os serviços desses profissionais (em sua maioria autônomos) através do endereço eletrônico contratae.iema.ma.gov.br. Ao término de cada curso, nossos profissionais são cadastrados na plataforma e disponibilizados à sociedade”. 

O IEMA está organizado em Unidades Plenas e Unidades Vocacionais. (Foto: Reprodução)

Conheça o IEMA   

O IEMA foi criado no dia 02 de janeiro de 2015 com o objetivo de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no estado. A proposta é implantar o Instituto em vários municípios maranhenses, oferecendo à sociedade infraestrutura, equipamentos e pessoal para o desenvolvimento de cursos técnicos integrados ao ensino médio, respeitando as necessidades locais e as prioridades estratégicas do Maranhão.  

O IEMA está organizado em Unidades Plenas e Unidades Vocacionais. As Unidades Plenas estão disponíveis em: Axixá; Bacabeira; Coroatá; Pindaré-Mirim; São José de Ribamar; São Luís Centro; Timon; Santa Inês; Brejo; Presidente Dutra; São Luís Itaqui-Bacanga; Matões; Cururupu.   

As cidades a serem contempladas com Unidades Plenas são: Balsas; Carutapera; Chapadinha; Coelho Neto; Colinas; Dom Pedro; São Domingos; Santa Helena; Santa Luzia; São Mateus; São Vicente Ferrer; Tutóia e Vitória do Mearim.  

As Unidades Vocacionais em funcionamento são: Açailândia; Bequimão; Caxias; Carolina; Codó; Imperatriz; Pedreiras; Barra do Corda; Pinheiro; Ribeirãozinho; São Luís/Praia Grande; São Luís/Escola de Cinema; São Luís/ Estaleiro Escola. O IEMA também atua em parceria com prefeituras, associações, sindicatos e movimentos sociais chegando a 71 municípios em 2017. 

Instagram @correioma