Maranhão reelege Dino para governador e  garante duas vagas no senado

A surpresa dessa vez é que garantiu mais duas vagas no senado: Eliziane Gama (PPS) e Werveton Rocha (PDT).

ELEITO Flávio Dino é reeleito.
Reprodução/Flávio Dino é reeleito.
Daniela Souza

Daniela Souza
Domingo, 07 de Outubro de 2018

Flávio Dino se reelege no Maranhão (PCdoB) para governador com 59,27% dos votos. A surpresa dessa vez é que garantiu mais duas vagas no senado: Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT). Roseana Sarney (MDB), a principal a adversária do atual governador, ficou em segundo lugar com 30,08% dos votos.

As apurações começaram às 17h, mas logo no começo os números a favor de Dino subiram rapidamente. Ao final das apurações, 1.861.278 depositaram seus votos no 65. Quem duvidou das pesquisas eleitorais teve uma grande surpresa. A primeira vez que Dino ganhou as eleições para governador teve como adversário Lobão Filho (PMDB), que perdeu com 33,69% dos votos.

Desta vez, Flávio Dino carregou muito mais do que simplesmente vencer as eleições para governador do Maranhão, mas sim a continuação do desenvolvimento e progresso do estado. Isso significa a aprovação do povo maranhense pelo trabalho desenvolvido nos últimos quatro anos.

A vitória sela, pela segunda vez, o fim de uma era em que apenas uma família estava no poder no Maranhão. Esta é a segunda vez que Roseana Sarney não se elege. A primeira ela perdeu em 2006 para o Jackson Lago (PDT). Até o resultado final, Flávio Dino liderava com folga em todas as pesquisas e apontava vitória ainda no primeiro turno.

SENADORES

Outra grande vitória é o fato dos senadores Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS), apoiados por Flávio Dino, terem garantido vagas no senado. A vitória também é expressiva, visto que ganharam de Edison Lobão (MDB) e Sarney Filho (PV).

A quantidade de votos do Weverton Rocha é de 35,00% (1.990.517). A vitória garante os direitos do povo trabalhador, pois Weverton é contra reforma trabalhista e continuará lutando por isso. Já Eliziane Gama ficou com 26,99% (1.535.244), garatindo a vitória da chapa completa de Flávio Dino.

Instagram @correioma