Maranhão elegeu apenas 09 candidatas mulheres

Dos mais de 60 cargos em disputa nessas eleições, as mulheres ocuparam menos de 1 quarto do quantitativo

ELEITO Eliziane Gama foi eleita senadora pelo Maranhão.
Reprodução/Eliziane Gama foi eleita senadora pelo Maranhão.
Hyana Reis

Hyana Reis
Segunda-feira, 08 de Outubro de 2018

Mais de 60 cargos foram disputados nas eleições deste domingo (07) no estado, incluído vagas para deputado estadual, federal, senador e governador. E no Maranhão, apenas 09 candidatas eleitas são mulheres, o que representa menos de um quarto do quantitativo.

O Maranhão foi um dos três estados do Brasil a não eleger nenhuma mulher para deputada federal, ao lado do Amazonas e Sergipe. Em todo o país, o número de mulheres eleitas para o cargo foi de 77, um aumento em relação à última eleição, em que se elegeram 51.

Já para deputado estadual, dos 42 eleitos no Maranhão, apenas 08 são mulheres. Mas elas ocuparam os primeiros lugares entre as mais votadas para a Assembleia Legislativa do Maranhão. Detinha (PR), obteve o primeiro lugar, com 88.402 votos e Dra. Cleide (PDT) o 2º, com 65.438 votos.

Além delas também se elegeram: Dra. Thaiza (PP); Andreia Rezende (DEM); Ana do Gás (PCdoB); Daniella Tema (DEM); Dra. Helena Duailibe (Solidariedade) e Mical Damasceno (PTB). No Brasil, elas representaram 15% dos eleitos para o cargo no pleito de 2018.

Além das deputadas estaduais, o Maranhão elegeu apenas mais uma mulher para ocupar um cargo político: Eliziane Gama (PPS), que venceu como senadora ao lado de Weverton Rocha (PDT).  Ela foi a segunda candidata mais votada para o cargo e obteve 1.539.916 votos.

Instagram @correioma