Lacre de urnas para 2º turno em Imperatriz encerram nesta quarta-feira

Ao todo, serão 651 urnas distribuídas em Imperatriz. A votação para escolher o próximo presidente ocorre neste domingo (28)

ELEITOR Reprodução Lacre de urnas para 2º turno em Imperatriz encerram nesta quarta-feira
Hyana Reis

Hyana Reis
23/10/2018 13:22 atualizado em 23/10/2018 15:53

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) encerra nesta quarta-feira (24) o processo de audiências de gerações de mídias e de carga e lacre das urnas eletrônicas relativas ao segundo turno das eleições 2018. A votação para escolher o próximo presidente ocorre neste domingo (28).

Ao todo, são 651 urnas distribuídas entre as zonas eleitorais de Imperatriz. Após serem lacradas, as urnas serão encaixotadas, e somente no dia da eleição é que os eleitores terão acesso a elas, de acordo com informações do TRE.

Mais de 160 mil eleitores estão aptos para votar para presidente neste domingo em Imperatriz, segundo dados da Justiça Eleitoral. A cidade é segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, ficando atrás apenas da capital, São Luís. O TRE informa também que para este segundo turno 2.024 mesários foram convocados para trabalhar nas eleições.

No Maranhão, 4 milhões 537 mil e 237 eleitores irão às urnas em 217 municípios, dos quais em 92 (o que equivale a 3.380.833) a identificação será, obrigatoriamente, pela biometria. Já em 53 cidades, a eleição será híbrida e em apenas 72 a biometria ainda não foi implantada pela Justiça Eleitoral, que tem até 2022 para concluir os trabalhos de recadastramento.

Local de votação e documentos

As seções estarão abertas das 8h às 17h, deste domingo, período em que o eleitor deve comparecer em sua seção eleitoral levando documento oficial com foto e o título de eleitor. Nele constam informações sobre a zona eleitoral e a seção onde o cidadão está inscrito para votar.

Para quem perdeu o documento, a informação pode ser obtida no site do TRE-MA, no menu “Eleitor e eleições” > “Serviços ao eleitor”. Na lista, clique em “Título de Eleitor” e, em seguida, faça a consulta pelo “nome do eleitor” ou “número do título eleitoral”. Quem fez a identificação biométrica poderá optar por usar o e-Título, aplicativo desenvolvido pela Justiça Eleitoral que substitui o título de eleitor de papel.

 

Instagram @correioma