Imperatriz perde para o Juventude e deixa acesso escapar

Com direito a hat-trick de Renato Cajá, time gaúcho avança as semifinais da Série C e garante acesso para a segundona de 2020

CAVALO DE AÇO Reprodução Imperatriz perde para o Juventude e deixa acesso escapar

GE Maranhão
10/09/2019 09:24 atualizado em 10/09/2019 09:27

Definição! Essa foi a palavra para um grande jogo do Juventude na noite de segunda-feira (9), no Alfredo Jaconi, onde o time soube aproveitar as chances diante das falhas cruciais da zaga do Imperatriz. O Alviverde não tomou conhecimento do time colorado e construiu o placar todo no primeiro tempo. O Imperatriz, por sua vez, não conseguia ao menos trabalhar a bola por 20 segundos em seu campo de defesa, perdendo muitas bolas e errando passes. Quando teve a oportunidade de diminuir o placar, pecou pelo nervosismo e falta de precisão nos pés. Com direito a um "Hat-Trick"de Renato Cajá (ovacionado pela torcida) e gol de Carlos Henrique, o time gáucho avança as semifinais do Campeonato Brasileiro da Série C, e consequentemente, carimba a vaga para a Segunda Divisão Nacional.

Primeiro Tempo

Tudo começou em uma falta perto da grande área, onde Gabriel perde o tempo de bola e derruba John Lennon. Aos 34 anos e com toda a sua experiência, Renato Cajá cruzou com efeito e a bola acabou passando por toda a defesa do Imperatriz, deixando o campo de visão do goleiro Jean totalmente congestionado. Mais uma vez demosntrando visão de jogo, Cajá exergou Jean mal posicionado e arriscou um chutaço de fora da área ampliando o marcador. Com 2 a 0 no placar, o time maranhense se viu na necessidade de arriscar com bolas alçadas na área. Em uma delas, uma ótima finalização de cabeça do Renan Dutra e no rebote Cristiano, sozinho, colocou pra fora. "Quem Não Faz...". Após o lance perdido, Dalberto aproveitou mais uma falha da defesa colorada, desta vez com Ramon, e só rolou para Carlos Henrique fechar o placar dos primeiros 45 minutos.

Segundo Tempo

Dono do melhor ataque na fase classificatória, esperava-se que o Imperatriz usasse o intervalo para se reequilibrar e voltar melhor. Não foi isso que aconteceu. O time voltou ainda cometendo erros, sem criar chances e sem segurança na defesa. O Juventude seguiu consciente, explorando os erros do cavalo de aço - e assim chegou ao quarto gol, em bela tabela entre John Lennon, Bruno Alves e conclusão de Renato Cajá. Tudo já estava praticamente perdido e nesse cenário, com requintes de crueldade ofensiva do time gaúcho, o Imperatriz não conseguia mais levar perigo ao gol do adversário.

Como Fica?

Com a vitória, além do acesso para a Série B do Brasileirão, o Juventude se classificou para as semifinais da Série C e vai enfrentar o Náutico, que empatou no tempo normal com Paysandu, mas se consagrou nos pênalitis, nos Aflitos. Já para o Imperatriz, resta esperar o calendário do ano que vem.

 

Estatisticas

 

Juventude x Imperatriz

Chutes a gol: 6 x 2

Faltas cometidas: 21 x 13

Impedimento: 0 x 7

Defesas: 4 x 1

Cartões Amarelos: 2 x 4

Instagram @correioma