Em reforma, estádio Nhozinho Santos deve reabrir no próximo ano

Gramado, iluminação, vestiários, alambrados e banheiros estão sendo reformados. Conclusão das obras está prevista para dezembro

FUTEBOL Semdel Em reforma, estádio Nhozinho Santos deve reabrir no próximo ano

GE Maranhão
19/09/2018 11:33

O estádio municipal Nhozinho Santos, em São Luís, está passando por reformas e a previsão de término das obras, que iniciaram em maio de 2018, é para dezembro deste ano. Ao fim, o estádio de responsabilidade da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (Semdel) de São Luís, deve ter gramado novo, iluminação corrigida, alambrados de acrílico, banheiros recuperados e vestiários climatizados.

O investimento na praça de esporte é feito por meio de convênio entre a Prefeitura da capital e o Governo Federal e, se não houver atrasos na obra, o estádio será mais uma opção para os jogos das equipes da capital em competições estaduais, regionais e nacionais, a partir do próximo ano.

De acordo com a própria Semdel, a iluminação está em fase de ajustes finais para ser confirmada como concluída. O gramado antigo, bastante criticado nos últimos anos pelas suas irregularidades, já foi todo retirado e o próximo passo agora é plantar a nova grama. Outro aspecto importante para mudar o visual do estádio é o que separa o campo da arquibancada. O alambrado antigo de arame vai dar lugar ao de acrílico. Internamente, três, dos quatro vestiários, já foram reformados. Além deles, os banheiros nos diversos setores do estádio devem, também, fazer parte desta etapa da reforma.

O estádio municipal Nhozinho Santos, que fica na Vila Passos, no centro de São Luís, foi inaugurado em 1º de outubro de 1950. Ao longo dos anos teve sua capacidade de público diminuída. Já recebeu mais de 24 mil torcedores, depois caiu para um limite de cerca de 16 mil, e por último, com a reforma anterior que colocou cadeiras em toda a arquibancada, o público máximo é de 10 mil torcedores.

Instagram @correioma