Dois caixas Pag Fácil são fechados pela polícia militar em Imperatriz

Várias pessoas denunciaram o golpe: as contas e boletos não estavam sendo pagas. Os dois caixas foram abertos recentemente

Antonio Pinheiro

Antonio Pinheiro
09/10/2018 18:10

Policiais Militares da Força Tática e do Serviço de Inteligência do 14º Batalhão de Polícia Militar fecharam, no início da tarde desta terça-feira (09) em Imperatriz, dois Caixas de Pag Fácil. Um funcionava na Rua Leôncio Pires Dourados, no bairro Bacuri, e outro na Avenida Itaipu, no bairro Santa Lúcia. A polícia chegou ao local após denúncia de várias pessoas que fizeram o pagamento de carnês e seus débitos não foram quitados.

No caixa Pag Fácil do Bacuri foram apreendidos a quantia de R$ 3.078, 76 em espécie, um leitor de código de barras da marca Eugin e outro da marca Bematca, uma impressora Epson, um Notbook, além de outros objetos. Duas funcionárias que trabalhavam no local foram conduzidas.

No outro fechamento do Caixa Fácil, no Parque Santa Lúcia, a polícia apreendeu a quantia de R$ 1.145,55 em espécie, e objetos semelhantes apreendidos na loja do Bacuri. As duas funcionárias também foram conduzidas para Delegacia de Polícia Civil de Imperatriz. 

Os dois caixas Pag Fácil começaram a funcionar no sábado passado. Para a polícia, os dois pertences a mesma pessoa que há dois anos instalou esses mesmos caixas em vários bairros de Imperatriz, tendo dado golpes em várias pessoas. Na vez passada, foram instalados na Vila Cafeteira e Vilinha. 

Várias pessoas que pagaram seus boletos, carnês, e contas de energia e água, comparecem a delegacia Regional de Segurança para prestar seus depoimentos. O proprietário dos dois Pag Fácil mais uma vez não foi preso.

As funcionárias disseram que elas foram contratadas por uma mulher, que se passava por funcionária do Banco do Brasil. Elas ainda informaram para a polícia que passaram por treinamento no sábado e no mesmo dia começaram a trabalhar.          

Instagram @correioma