Detran-MA aponta 180 ocorrências em junho de infrações no trânsito 

A infração mais cometida no mês foi não registrar veículo em 30 dias quando transferido a outro proprietário

IMPERATRIZ Reprodução Detran-MA aponta 180 ocorrências em junho de infrações no trânsito 
Daniela Souza

Daniela Souza
18/07/2019 15:40 atualizado em 18/07/2019 15:53

As ocorrências de trânsito a cada mês têm diminuído em Imperatriz. Dados do Departamento de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) apontam que no mês de junho deste ano tiveram 180 registros de infrações, menos 46 registros em relação ao mês de maio que teve 226. 

O destaque de infrações no mês de junho foram as seguintes: Em primeiro lugar é não registrar veículo em 30 dias quando transferido a outro proprietário. Conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado ficou com 14 ocorrências. E em terceiro é dirigir veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que teve 14.  

Para esses tipos de infrações, o Código de Trânsito Brasileiro prevê multa de R$ 195,23 e perda de cinco pontos na carteira de habilitação do motorista. Já para quem deixa de transferir propriedade de veículo dentro do prazo a multa é de R$ 127,69.  

Após a campanha Maio Amarelo, que tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo, os índices de infrações diminuíram em todo o estado, segundo informou Detran-MA após a campanha.  

A Campanha foi intensificada em todos os estados para conscientizar sobre a direção e foi lançada em 2010 pelas Organizações das Nações Unidas (ONU), que definiu o período entre 2011 a 2020 a Década de Ações para a Segurança no Trânsito.  

A ação foi coordenada entre o poder público e a sociedade civil para colocar em pauta o tema segurança nas mais diferentes esferas. No Maranhão, a Campanha é realizada em todo o estado, sobretudo, intensificada nas 15 unidades dos Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans do Maranhão).  

Instagram @correioma