Correios de Imperatriz começam a receber cartas para o Papai Noel

Interessados em participar da campanha podem adotar uma carta de 19 a 30 de novembro, e doar o presente pedido pela criança

IMPERATRIZ A expectativa é que mais de 2.000 cartinhas sejam recebidas em Imperatriz.
Reprodução/A expectativa é que mais de 2.000 cartinhas sejam recebidas em Imperatriz.
Hyana Reis

Hyana Reis
Quinta-feira, 08 de Novembro de 2018

Centenas de crianças começaram a entregar para os Correios de Imperatriz suas cartas ao Papai Noel, fazendo um pedido especial para este Natal. A ação faz parte de uma campanha que faz com que os presentes pedidos nas cartas sejam atendidos com o apoio de voluntários.

Os interessados em participar poderão escolher uma cartinha no período de 19 a 30 de novembro. Em Imperatriz, a adoção é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartas enviadas são lidas e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas na unidade central do Correios, localizada na Avenida Dorgival.

Os pedidos recebidos na campanha em Imperatriz são de alunos de escolas municipais e instituições públicas, além de crianças atendidas por projetos sociais desenvolvidas na região. A ação contempla crianças de 0 a 11 anos, e os pedidos são, na maior parte, brinquedos educativos e material escolar.

E este ano, a expectativa é que mais de 2.000 cartinhas sejam recebidas em Imperatriz, de acordo com Mariano Dias, coordenador da campanha. “A nossa meta é receber 850 cartas, mas todos os anos superamos esse número, pois muitas crianças querem entregar suas cartas ao Papai Noel”, explica.

O coordenador ressalta que, além de presentear as crianças, um dos principais objetivos da campanha é estimular a escrita nos pequenos. “A meta é mostrar a importância de escrever, e ajudar a desenvolver neles a escrita de cartas”, ressalta.

Entrega

Depois do período de adoção das cartinhas, os voluntários terão até o dia 07 de dezembro para entregar o presente na unidade central. Caberá aos Correios realizar a entrega dos presentes em Imperatriz até o Natal.

Como surgiu a campanha

A campanha Papai Noel dos Correios nasceu pela iniciativa de alguns empregados, que, durante a rotina de trabalho, recebiam cartas escritas por crianças, destinadas ao Papai Noel, mas sem endereço. Sensibilizados, resolveram adotar eles mesmos as cartinhas e enviar os presentes.

Com o passar do tempo, a ação foi ganhando proporção e acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios, que hoje acontece em diversas cidades do país, e conta com a ajuda de milhares de voluntários.

Instagram @correioma