Cerca de 60% dos eleitores com mais de 70 anos deixaram de votar em 2014

Um dos alvos da campanha do TSE são os idosos que, por falta de estímulo, se mostram sem ânimo para votar

Eleições (Foto: Arquivo Pessoal/ Anderson Castilho) Cerca de 60% dos eleitores com mais de 70 anos deixaram de votar em 2014

EBC/Repórter Nacional
04/09/2018 16:03 atualizado em 05/09/2018 13:06

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cerca de 6 milhões e 900 mil idosos acima de 70 anos não compareceram às urnas em 2014. A abstenção nesta faixa etária atingiu uma média de 60% por unidade da federação. Com exceção do Pará, que registrou 71% de abstenção entre esta parcela da população.

Dona de Vera Pinheiro, de 84 anos, já está decidida a não votar nessas eleições. "Não sou obrigada. Então desisti de votar", explica a idosa.

Para Diogo Rais, professor de Direito Eleitoral, um dos motivos para o desinteresse entre os idosos é a falta de incentivo e representatividade.

"Não se encontram mais nos seus representantes aquela afinidade que havia antigamente. E como deixa de ser obrigatório (o voto) por força da previsão específica constitucional, acaba se utilizando isso como uma espécie de desistímulo à votação", destaca o professor.

De acordo com estimativa do IBGE, pessoas acima de 65 anos devem representar um quarto da população brasileira em 2060. Porém, segundo o professor, as políticas voltadas aos idosos deixa a desejar.

A projeção feita pelo TSE é que neste ano, 9% dos eleitores brasileiros estejam acima dos 70 anos idade.

Instagram @correioma