Brasil e Argentina decidem vaga para final da Copa América

Maior clássico sul-americano acontece nesta terça-feira no Mineirão, às 21h30, em Belo Horizonte

SELEÇÃO BRASILEIRA Lucas Figueiredo/CBF Brasil e Argentina decidem vaga para final da Copa América
Carloto Junior

Carloto Junior
02/07/2019 11:29 atualizado em 02/07/2019 15:10

Melhor ataque (8 gols), defesa invicta, este é o Brasil que decide na noite desta terça-feira, a partir das 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte, vaga para a final da Copa América com a Argentina de Lionel Messi.

O Brasil se classificou para as semifinais após eliminar o Paraguai. Empate em 0 x 0 no tempo normal e vitória brasileira por 4 x 3 nas penalidades máximas. A Argentina chegou às semifinais após eliminar a Venezuela, com uma vitória por 2 x 0. A Argentina foi a única seleção a vencer nas quartas de final.

No Brasil, Tite não divulgou o time, mas ele tem Casemiro de volta, que deve ocupar a vaga de Alan, que atuou contra o Paraguai. Outra dúvida é na lateral-esquerda. Filipe Luis não retornou para o segundo tempo contra o Paraguai. O lateral fez tratamento e se não tiver condições de jogo, Alex Sandro será o seu substituto. No mais, o time é o mesmo do último jogo.

Na Argentina, a principal dúvida é se Di Maria começa jogando ou continua como opção no banco de reservas. Os hermanos apostam todas suas fichas em Messi, além do atacante Aguero, que voltou a ser titular no ataque argentino. Caso o jogo termine empatado, a decisão da vaga para a final da Copa América vai para os pênaltis.

Ficha Técnica

Jogo – Brasil x Argentina (Copa América – Semifinal)

Local – Mineirão (Belo Horizonte)

Horário – 21h30 (Brasília)

Árbitro – Roddy Zambrano (Equador)

Ass. 1. – Christian Lescano (Equador)

Ass. 2. – Byron Romero (Equador)

VAR – Leodán González (Uruguai)

Brasil

Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís (Alex Sandro); Casemiro, Arthur e Philipe Coutinho; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Éverton.

Técnico: Tite.

Argentina

Armani; Foyth, Pezzella, Otamendi e Tagliafico; Paredes, Rodrigo de Paul e Acuña; Lionel Messi, Aguero e Martinez.

Técnico: Lionel Scaloni.

Instagram @correioma