Biblioteca maranhense Benedito Leite comemora 188 anos de fundação

A biblioteca pública é a segunda mais antiga do País e tem um acervo de mais de 140 mil exemplares nacionais e estrangeiras

LITERATURA Reprodução Biblioteca maranhense Benedito Leite comemora 188 anos de fundação

Sectur
04/05/2019 09:00 atualizado em 04/05/2019 09:01

Com muitas razões para comemorar, a Biblioteca Pública Benedito Leite completou 188 anos de fundação nessa sexta-feira, 3. Recentemente incluída entre as 15 mais bonitas do Brasil e localizada em área revitalizada no centro de São Luís (o que realçou ainda mais a beleza do seu prédio estilo neoclássico), a instituição se destaca pela raridade de seu acervo, referência em acessibilidade, e como disseminadora de cultura em todo o estado.

Com diversos projetos em andamento, a Biblioteca realiza periodicamente ações de incentivo à leitura, à literatura e ao livro, além de promover exposições, sessões de cinema, visita guiada entre outras atividades. Está entre as casas de cultura mais visitadas com média mensal de 8 mil visitantes.

O acervo digital, disponibilizado pela internet no www.cultura.ma.gov.br/bpbl, possui raridades como os 800 manuscritos (o mais antigo de 1539), 558 jornais, incluindo edições que circularam até o século XIX, as mais procuradas por pesquisadores. No total são mais de 3 mil documentos digitalizados, entre manuscritos, obras raras e jornais.

Outro avanço nos últimos anos é o crescimento do número de novos leitores mesmo em tempos de internet. “O resultado é refletido no quantitativo de novas carteiras de usuários, no número de visitantes, no acesso ao acervo digital, na frequência diária aos espaços, principalmente nos destinados a crianças e jovens”, informou a diretora da BPBL, Aline Nascimento.

Na área de acessibilidade, a Biblioteca possui um acervo de 1.047 títulos de livros impressos em Braille, audiolivros, filmes e livros em formatos acessíveis e equipamentos de tecnologia assistiva.

A BPBL também coordena o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas atuando na perspectiva de integrar as bibliotecas existentes em vários municípios do Maranhão. “Um bom exemplo são as unidades revitalizadas da rede Farol do Saber, em diversas cidades maranhenses elas estão transformando os espaços de leitura em centros culturais, oferecendo à comunidade oficinas de leitura, apresentações musicais, saraus de poesia e outras atividades socioeducativas e recreativas”.

A Biblioteca Pública Benedito Leite é a segunda biblioteca mais antiga do País e tem um acervo de mais de 140 mil exemplares nacionais e estrangeiras, formado principalmente por obras raras e a mais completa coleção de jornais maranhenses.

Instagram @correioma