Solução
Reprodução/Solução

“Oito dicas para eliminar a crise de confiança” (você não pode ignorar a 8ª)

“Sua visão se tornará clara, somente quando você puder olhar, para o seu próprio coração. Quem olha para fora sonha. Quem olha para dentro desperta”. Carl Gustav Jung, psiquiatra suíço, retrata bem, a importância de olharmos para o nosso interior. A crise de confiança, vivida por muitos de nós, é a pura falta de clareza, do que de fato queremos para as nossas vidas.

Segue oito brilhantes dicas para eliminar essa dificuldade:

1- Não esperem por circunstâncias ideais, elas nunca chegam. (Janet Erskine Stuart). Busque sua oportunidade e esteja preparado para quando este momento chegar. Preparação é o nome.

2- Se quiser progredir na vida, esqueça a síndrome de perfeição. Ninguém é perfeito, todos nós temos nossas limitações, aceite suas vulnerabilidades. Ser imperfeito é legal.

3- Inspiração pode até vir de outras pessoas, mas motivação tem que vir de nós. (Ailton Nascimento)

4- A vida procura se organizar, mas usa a desordem para chegar lá. Organização é um processo e não uma estrutura. (Margareth Weatley)

5- Quem vence os outros é forte. Quem vence a si mesmo é invencível. (Lao Tse). Lembre-se: O medo é como a fumaça, olhe para ele, assopre e ele se desfaz.

6- Os bebês não costumam se intimidar com os tombos e insistem na tentativa de andar até conseguirem. Devemos lembrar, do bebê persistente, que um dia fomos. (Lair Ribeiro)

7- Não importa em quantos pedaços, o seu coração foi partido, o mundo não desacelera, para que você o concerte. (William Shakespeare).

8- Assim como a crise de confiança, pode prejudicar nossa vida, o excesso de confiança, também pode ser um problema. Dizem que em 1995 houve o seguinte diálogo entre um navio da Marinha americana e as autoridades costeiras do Canadá. 

Os americanos começaram educadamente: favor alterar seu curso 15 graus para o norte, para evitar colisão com nossa embarcação, os canadenses responderam de pronto: recomendo mudar seu curso 15 graus para o sul. O americano ficou mordido: aqui é o capitão de um navio da Marinha americana. Repito, mude seu curso. Mas o canadense insistiu: impossível. Mude seu curso atual.

O negócio começou a ficar feio. O capitão americano berrou ao microfone: este é o porta-aviões USS Lincoln, o segundo maior da frota americana no Atlântico! Estamos acompanhados de três destroyers, três fragatas e numerosos navios de suporte. Eu exijo que vocês mudem imediatamente seu curso 15 graus para o norte, do contrário, tomaremos contramedidas, para garantir a segurança do navio.

E o canadense respondeu: impossível, repito: aqui é um farol... Câmbio! Às vezes o excesso de confiança nos faz cegos... #ficaadica

 

Instagram @correioma